O BENFEITOR DE ARARI

19/04/2013 17:54

                       

 

Sacerdote, educador,

Filósofo, historiador,

Político ferrenho, exímio escritor,

Incansável lutador!

 

Defensor dos bons princípios,

Homem sagaz e idealizador.

Fez opção pelos pobres,

A eles sempre ajudou.

Para o infortúnio dos abastados,

Defendia-os com vigor.

 

Ousadia e humildade,

Clodomir não se entregava.

Despertava em seus desafetos

Uma iracúndia incontida.

 

Em cada gesto um incentivo;

Em cada passo um ideal;

Em cada palavra que proferia,

Seu brilhantismo era real.

 

Suas ações transformadoras

Enriquecidas com amor

Um homem de visão,

Arari, Padre Brandt reinventou.

 

Suas obras imortais

Perpetuaram sua memória.

Um legado insuperável

Que marcou-lhe em nossa história.

 

Educação foi sua marca,

Evangelizar foi sua missão,

Ensinar para libertar

O Arari da submissão.

 

Na arte de educar,

Clodomir teve bravura.

Pelo esporte, o cinema,

O teatro e a música,

Difundiu, assim, a cultura.

 

Qualquer homenagem,

A Padre Brandt será pequena.

Perante notável obra,

Que fez do Arari um diadema.

 

Tudo isso foi o desígnio

De quem pensava e agia

“Vim para servir’

Viveu isso no dia-a-dia.

Monsenhor Clodomir:

O Benfeitor do Arari.

 

ADENILDO BEZERRA, professor, pesquisador e membro da ALAC - Academia Arariense de Letras, Artes e Ciências.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!