EU...

15/04/2013 18:11

Sou arariense, mearinense, baixadeiro, sim, senhor.
Sou professor, cidadão do mundo, tenho um amor profundo por tudo que é natureza.

Sou formado pela leitura, hábito salutar, que reinventa-me cotidianamente.

Sou versado em coisa alguma. Pois para mim o conhecimento é plural.

Sou da geografia, da matemática, da filosofia da minha essência,

Não sou de viver de aparências!

Sou amante da nobreza de espírito, dos bons princípios, da grandeza do ser Homem.
Sou errante, estudante, eterno aprendiz.
Não tenho vintém, ajudo ao meu próximo sem olhar a quem.

Fracasso não me desanima, pelo contrário, me ensina.
Ensinar e aprender, cumprir o meu dever é compromisso.
Trabalhar, educar, escrever, ler,
São coisas boas que me fazem Ser. Ser útil, missionário, um singelo benfeitor.
Sou cria do Nema. Comedor de melancia, de farinha na bacia.

Sou da prole do Mearim, de um amor sem fim, pelo meu Arari.
Ando pelos campos baixos, inundáveis, suntuosidade que não encontro em lugar algum.
Sou comum, sou próprio, sou simples ou abstrato, sou um substantivo, sou sensato.
Sou pequeno em tamanho, gigante em entusiasmo, colossal em idealismo.
Porém, sou um átomo na massa!

Às vezes sou o bom, para alguns sou mal.
Quem não me conhece, me julga. Chega a ser desleal.
O que importa-me é ser Eu.


Adenildo Bezerra, professor e membro da ALAC.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!